A DOR CRÔNICA E A DULOXETINA NA ODONTOLOGIA

14 de setembro de 2021
5
Favoritar

A DOR CRÔNICA E A DULOXETINA NA ODONTOLOGIA


Muitas vezes, cirurgiões-dentistas tem dificuldade de reconhecer a existência de dores, as quais não se explicam por manifestações óbvias de trauma, infecção ou inflamação. Isso dificulta o diagnóstico e leva, invariavelmente, à instituição de terapias invasivas e desnecessárias, causando incontáveis transtornos biológicos e financeiros aos pacientes. Entenda mais sobre as dores crônicas, que ultrapassam os três meses de duração e que se manifestam em pelo menos 50% do tempo.

Conteúdo exclusivo para médicos

Para acessar esse conteúdo, faça login ou crie uma conta agora mesmo. É completamente gratuíto.

Criar Conta Login

COMENTÁRIOS

Você precisa logar para comentar.

Deixe um comentário

Please Login to comment